fbpx

4 dicas para escolher o melhor ponto comercial

Épocas de crises são ótimas oportunidades para enxergar e traçar novos caminhos na vida profissional, tirar do papel aquela ideia que há tempos você vinha estudando de ter o próprio negócio, por exemplo. E acredite, esse pode ser o momento ideal para dar os primeiros passos. Por isso, vamos trazer aqui dicas para escolher o melhor ponto comercial. 

Talvez, em primeiro momento possa parecer loucura querer investir em um 

ponto de venda físico. Mas lembre-se que todas as crises passam e se você já estiver com tudo preparado quando esse momento chegar, estará um passo na frente de seus concorrentes que estão paralisados e com o medo do futuro. 

Essa ideia vale tanto para quem deseja montar um novo negócio, quanto para aqueles que sentiram a necessidade de uma mudança na empresa que já possuem. Seja expandir, mudar de região, abrir uma nova filial. Com um excelente planejamento, tudo é possível e não tem crise alguma que poderá atrapalhá-los.

O cenário que estamos vivendo, além de mostrar um novo perfil de consumo nascendo e se desenvolvendo, também oferece um momento “de pausa” para organização e planejamento de ações. 

E aí você pode escolher em qual lado dessa história vai ficar, das pessoas descrentes, que estão tristes e reclamando ou daquelas que geram suas próprias oportunidades, aproveitando o tempo que possuem para se aperfeiçoarem e se planejarem para os próximos dias que estão por vir. 

COMO ESCOLHER O MELHOR PONTO COMERCIAL?

Se você continua lendo esse artigo, com certeza faz parte do segundo grupo e quer saber quais são as melhores estratégias e pontos de atenção que precisam ser levados em conta antes de definir o melhor ponto comercial para o seu negócio, não é mesmo? Então, pegue papel e caneta para anotar todas as dicas que daremos a seguir.

Vamos dividir as dicas em 2 grupos que chamaremos de questões comerciais e questões burocráticas para facilitar o entendimento. 

QUESTÕES COMERCIAIS

DICA 01: FAÇA UMA ANÁLISE GERAL

Quando falamos desse grupo é com o objetivo de te mostrar coisas práticas que você vai precisar observar quando for escolher um imóvel para abrigar sua empresa. Com foco principalmente nos clientes e nas vendas dos produtos que comercializa.

O sucesso do seu negócio depende diretamente do lugar onde se encontra, ou seja, da sua localização. Existem alguns pontos que precisam ser observados pois farão total diferença nos resultados possíveis do seu negócio como por exemplo acessibilidade, condições de estacionamentos e número de comércios concorrentes próximo do local que escolher. 

No momento que estiver visitando os possíveis imóveis, levante as seguintes questões para facilitar o processo: 

– A loja é acessível aos clientes?

– O local favorece a venda por impulso? Mesmo sem intenção de compra, os clientes 

– sentem-se estimulados a comprar apenas ao ver o produto?

– Qual o fluxo de pedestres no local?

– A área em questão concentra mais atividades comerciais e/ou concorrentes?

– Olhe o mapa da cidade em toda sua amplitude e tente detectar as principais necessidades locais. Áreas consideradas nobres não são as únicas opções para bons pontos comerciais.

– Tente não optar por locais em últimos andares ou em corredores sem saída, pois eles apresentam pouco movimento.

– Estacionamento é necessário?

– O público-alvo tem acesso garantido à loja?

– Evite lojas em frente a pontos de ônibus, pois a visibilidade fica comprometida pela aglomeração.

É importante ter clareza desses pontos antes de tomar uma decisão definitiva, afinal, se seu negócio não tiver clientes, dificilmente ele se manterá vivo. E mesmo que invista na tecnologia para vendas online – questão de suma importância – se você está apostando também em um ponto comercial físico, precisa que ele responda à altura do esperado. 

QUESTÕES BUROCRÁTICAS

Nem só de estratégias comerciais se baseia essa escolha. Afinal, não basta encontrar o melhor ponto comercial disponível para locação ou venda, ele precisa atender a uma série de exigências legais para que você não tenha problemas futuramente.

DICA 02: COMPRA DO IMÓVEL

O Sebrae levantou alguns pontos importantes que merecem total atenção caso você opte por comprar o ponto comercial. Veja quais são: 

– Verificar se o alvará do ponto comercial está regular. Ele deverá fazer nova consulta comercial na prefeitura da cidade/município.

 – Verificar com o proprietário do imóvel em que está estabelecido o ponto comercial se não há impedimento com relação à transferência do ponto comercial e às condições do preço do aluguel. 

– Verificar o cadastro da empresa que está vendendo o ponto junto à Receita Estadual, à Receita Federal, à prefeitura, à procuradoria, ao INSS, ao FGTS, aos cartórios, à Justiça do Trabalho e à Justiça Federal.

– Fazer contrato de compra e venda do ponto comercial para assegurar os direitos, estabelecer as condições de pagamento e a exigência de uma eventual transição do vendedor para o bom funcionamento do negócio e, ainda, de nota fiscal de venda dos estoques imobilizados para legalizar a situação da operação na contabilidade da nova empresa.

– Procurar um contador de confiança para assessorar o empresário em todos os quesitos citados acima a fim de constituir a nova pessoa jurídica.  

DICA 03: ALUGUEL DO IMÓVEL

“Uma primeira recomendação que pode ser feita é: não assine nenhum contrato de locação comercial sem o apoio de uma assessoria jurídica de sua confiança, para que você desenvolva suas atividades com a paz de que você irá de fato permanecer no imóvel escolhido e pelo custo que você planejou. 

Um contrato de locação comercial bem analisado e bem elaborado tem o poder de proteger o seu negócio e seu “ponto comercial” de diversas armadilhas capazes de sujeitar você à inesperada restituição do imóvel ao locador ou à majoração insuportável do preço do aluguel.

Quanto ao seu contrato de locação comercial você deve ter especial atenção para o seguinte:

– Devem ser detalhados os direitos e obrigações dos contratantes, locador e locatário (você), sendo que nada deve ser deixado de fora. Caso durante as negociações alguma concessão foi feita pelo locador em seu favor (por exemplo, desconto do valor do aluguel nos meses iniciais ou autorização para fazer determinada benfeitoria), faça com que isso conste no contrato de locação comercial;

– Detalhe com clareza as penalidades aplicáveis aos casos de descumprimentos de cláusulas contratuais e descreva as ações e omissões que você quer que sejam penalizadas (por exemplo, atraso na entrega das chaves); e

– Formalize qual o índice de reajuste a ser aplicado anualmente sobre o valor do aluguel e as regras para o caso desse índice deixar de existir.” – Fonte Jornal Contábil. 

 

DICA 04: CONTE COM UMA ASSESSORIA CONTÁBIL ESPECIALIZADA

Ter a assistência de profissionais competentes durante a elaboração de todo esse processo te ajuda a não cometer erros e a evitar dores de cabeças futuras. Como vimos, são muitas questões burocráticas que precisam ser levadas em conta e sozinho, será muito mais complicado dar andamento nesse processo. 

Afinal, será necessário fazer consultas em cartórios e órgãos oficiais, além é claro da elaboração de um contrato e/ou seu estudo de forma a contemplar todos os pontos acordados verbalmente para que você empresário, não saia prejudicado. Se desejar fale com a Solutta para esclarecer as suas dúvidas e saber de fato por esse começar essa etapa da construção do seu projeto. 

Por Atracto


Você também pode gostar do artigo 5 dicas para manter a gestão financeira de sua empresa. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
image
https://solutta.com/wp-content/themes/hazel/
https://solutta.com/
#0066a1
style1
paged
Carregando...
/var/www/solutta/
#
on
none
loading
#
Sort Gallery
on
yes
yes
off
off
off