fbpx

ATTUALIZA #08

ATTUALIZA: Este é o resumo semanal de notícias que a Solutta preparou para você nas áreas contábil, fiscal e tributária. Veja os principais tópicos dessa semana:

Brasil precisará treinar 10,5 milhões para indústria até 2023. Um estudo do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) revelou que o país precisará qualificar tanto profissionais de nível superior quanto técnico para acompanhar as novas exigências do trabalho nas indústrias. As áreas de nível técnico com mais demanda de capacitação incluem metalmecânica e logística, enquanto as funções de nível superior que mais exigirão treinamento são informática e gestão. Segundo o Senai, o profissional de nível superior que mais exigirá treinamento será o analista de tecnologia da informação — só em São Paulo, a expectativa é que sejam abertas 140 mil vagas para essa função até 2023. SAIBA MAIS!

Cielo aposta em taxa zero temporária. Líder no mercado de meios eletrônicos de pagamentos no Brasil, a Cielo passará a oferecer taxa zero para clientes que comprarem os dispositivos da companhia. A isenção vale por três meses ou até que o cliente atinja R$ 1,5 mil em vendas no débito ou crédito à vista. Depois, passa a valer a taxa padrão, de 1,99% sobre operações com cartões de débito e de 4,99% com cartões de crédito, à vista. A estratégia faz parte do planejamento da empresa de atrair empresas de pequeno porte para a sua base de clientes. SAIBA MAIS!

Informalidade bate recorde no Brasil. No trimestre encerrado em agosto, mais de 87% dos brasileiros que ingressaram no mercado de trabalho atuaram sem carteira assinada ou sem CNPJ. Há mais de 38,7 milhões de pessoas nessa situação, isto é, cerca de 41% da população ocupada. A informalidade nunca havia sido tão grande desde que começou a ser medida, em 2012, pelo IBGE. De acordo com o órgão, o fenômeno ocorre porque mesmo setores que costumam gerar vagas com carteira assinada, como a indústria, não têm contratado de maneira formal. SAIBA MAIS!

Empresários projetam 100 mil vagas temporárias no Natal. A previsão dos empresários dos setores de varejo e de serviços é de que as contratações de trabalhadores temporários devem somar 103 mil vagas neste final de ano, 43,8 mil postos de trabalho a mais que em 2018. Caso confirmado, o número de empregos temporários – que funciona como termômetro da expectativa dos empresários do comércio para o período de consumo mais intenso do ano – atingirá em 2019 a melhor marca em cinco anos. Em 2014, ainda sem recessão, a admissão de temporários para o período foi de 300 mil vagas. SAIBA MAIS!

Senado aprova texto principal da reforma da Previdência. O plenário aprovou o texto-base de reestruturação das regras da aposentadoria, em primeiro turno, por 56 votos favoráveis contra 19 contrários. Na votação dos destaques, porém, os senadores impuseram uma derrota ao governo ao derrubar um trecho que criava regras mais rígidas para a concessão de abono salarial. Com isso, a previsão de economia com a reforma foi reduzido em R$ 76,4 bilhões na comparação com o texto aprovado pela Câmara. Em uma década, o ajuste estimado deve ser de aproximadamente R$ 800 bilhões. A proposta ainda passará por um segundo turno de votação, previsto para acontecer na semana que vem. SAIBA MAIS!

Post by Saulo Novaes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
image
https://solutta.com/wp-content/themes/hazel/
https://solutta.com/
#0066a1
style1
paged
Carregando...
/var/www/solutta/
#
on
none
loading
#
Sort Gallery
on
yes
yes
off
off
off