fbpx

Concessão de crédito: o que isso pode representar para o seu negócio?

Seja com o objetivo de enfrentar uma crise e sair dela sem grandes prejuízos ou com o intuito de ampliar o seu negócio, recorrer para uma concessão de crédito pode ser uma alternativa a ser considerada. Desde que, claro, com base em um bom planejamento. 

Isso porque, em um primeiro momento, solicitar essa ajuda financeira para investir em sua empresa, pode parecer tentador e a solução para todos os problemas, mas se não for algo consciente e planejado ao invés de ajudar, pode gerar prejuízos e caos econômico em seu caixa. 

O QUE É CONCESSÃO DE CRÉDITO? 

Nada mais é do que o fornecimento de crédito para uma pessoa ou empresa concedido, normalmente, por instituições financeiras. Esse crédito pode vir em variados perfis como empréstimos, financiamentos, abertura de conta-corrente e compras a prazo.

E tem como principal objetivo entregar recursos para realizar transações diversas, seja aumentar o capital de giro de um negócio, investimentos de expansão empresarial, quitação de dívidas, entre outros. 

No caso de empréstimos, existem hoje duas modalidades:

CRÉDITO LIVRE

No crédito livre, as instituições financeiras possuem autonomia para emprestar o dinheiro captado do mercado e definir quais taxas de juros serão cobradas de quem solicitou o empréstimo. 

CRÉDITO DIRECIONADO

Quando falamos de crédito direcionado, estamos tratando de regras estipuladas e definidas pelo Governo, com foco, principalmente, nos setores habitacional, rural, de infraestrutura e microcrédito. 

CONCESSÃO DE CRÉDITO E O NOVO CORONAVÍRUS

“Apesar de muitos brasileiros estarem reclamando da dificuldade em obter empréstimos durante a pandemia do novo coronavírus, o Banco Central (BC) calcula que a concessão de crédito livre cresceu 40,5% no Brasil em março. A autoridade monetária acredita que grande parte dessa alta está ligada às medidas de enfrentamento à crise da Covid-19. Porém, admite que esse crédito está mais caro. Ou seja, com juros mais altos.

Dados divulgados pelo BC apontam que só na última semana de março os bancos emprestaram R$ 54,8 bilhões para as empresas e mais R$ 18,9 bilhões para as famílias brasileiras. Considerando todo o mês de março, o volume de concessões sobe para R$ 154,1 bilhões no segmento das pessoas jurídicas e para R$ 71,4 bilhões no segmento das pessoas físicas. Por isso, o BC calcula um crescimento médio de 40,5% na concessão de crédito livre, sendo 58,4% de alta nas empresas e 14,7% nas famílias.

Questionado sobre as críticas dos consumidores e empresários que ainda não perceberam essa alta dos financiamentos, o Banco Central diz que ainda pode tomar novas medidas de direcionamento do crédito durante a pandemia do novo coronavírus se julgar necessário.” – Fonte site Correio Braziliense

COMO SOLICITAR UMA CONCESSÃO DE CRÉDITO? 

Embora exista uma variação sobre os processos de concessão de créditos, diretamente ligados ao cenário político e econômico do nosso país e do mundo, de uma forma geral, a empresa solicitante irá passar por uma rigorosa análise. 

A partir dessa análise minuciosa, o crédito será aprovado ou não, pela instituição financeira recebedora da solicitação. 

Vale lembrar que períodos de crise, como a que estamos vivendo em decorrência do Covid-19, pode influenciar significativamente na direção e velocidade desse processo. 

COMO É FEITA A ANÁLISE DE CRÉDITO?

Segundo a Serasa Experian: “toda empresa depende da análise de crédito para fazer negociações precisas e bem direcionadas.

Analisar o crédito de um cliente consiste em verificar se ele realmente tem condições de honrar o compromisso assumido. O objetivo é identificar o perfil e as condições financeiras do cliente, a partir de suas informações básicas e de seus dados financeiros. Assim, a empresa também define um valor mínimo de compra, a taxa de juros aplicada e o prazo de pagamento das parcelas.

Por suas características, esse processo é uma forma de evitar calote nas operações de crédito. 

É importante destacar que a análise pode ser realizada tanto para clientes pessoa física quanto jurídica. Em ambos os casos, é uma maneira de formalizar a negociação e assegurar um bom relacionamento entre as partes.”

É PRECISO SE PLANEJAR ANTES DE SOLICITAR UMA CONCESSÃO DE CRÉDITO

Antes de dar um passo tão importante e significativo para a saúde financeira da sua empresa é preciso se planejar. Afinal, todo o crédito adquirido, em algum momento terá que ser pago. 

E será que o caixa do seu negócio está preparado para arcar com mais essa saída? O planejamento financeiro irá te ajudar a identificar se há mesmo a necessidade de solicitar um empréstimo, por exemplo e qual a melhor forma de incorporar seu valor nos custos futuros da empresa. 

Para isso o interessante é poder contar com uma consultoria financeira. 

Como funciona uma consultoria financeira?

“Basicamente é um processo no qual um profissional qualificado – ou uma equipe – avalia as finanças da empresa e aponta estratégias para deixá-las ainda mais organizadas. Nessa primeira etapa é realizada a análise de toda a parte financeiro-administrativa da empresa, o que permite ter um diagnóstico exato de todas as necessidades do cliente.

Essa análise visa avaliar e identificar as oportunidades de melhoria e os pontos fortes e fracos. É feito um estudo profundo das despesas para se obter mais eficiência e reduzir os custos operacionais, analisando os centros de custos e unidades de negócios para se conhecer a rentabilidade de cada um deles.

Quais os benefícios de uma consultoria financeira?

  1. Contabilização correta das entradas e saídas da empresa – Auxílio para o empreendedor contabilizar adequadamente todas as suas entradas e saídas, evitando surpresas desagradáveis e permitindo um crescimento ordenado e duradouro.
  1. Menos burocracia e dificuldades na gestão financeira – Mais facilidade na gestão e, consequentemente, maior produtividade no negócio. O empresário pode confiar essa tarefa a um funcionário capacitado e se dedicar a outros aspectos mais estratégicos.
  1. Tomada de decisões mais rápida e qualificada – Ao ter conhecimento e controle de todos os recursos que entram e saem de sua empresa, o empreendedor consegue avaliar novos investimentos, emprestimos e até o lançamento de um novo produto.
  1. Maior lucratividade para o negócio – Os relatórios e análises fornecidos permitem economia de capital, resultando em uma administração financeira inteligente, trazendo maiores oportunidades para expandir seus negócios de maneira planejada e segura.
  1. Maior domínio e conhecimento sobre as finanças empresariais – Todo o procedimento de consultoria financeira visa fornecer ao empreendedor e seus gestores maior conhecimento e domínio sobre sua empresa. Esse é um fator fundamental para o crescimento do negócio, mas, muitas vezes, difícil de ser obtido sem uma ajuda especializada.” – Trecho do artigo Consultoria financeira: 5 benefícios para a sua empresa. 

CONCLUSÃO

Investindo em um bom planejamento, conhecendo a fundo os aspectos financeiros da sua empresa, fica muito mais fácil tomar a importante decisão de solicitar ou não uma concessão de crédito. 

Uma assessoria contábil pode se tornar a parceira ideal nesse momento decisivo para o seu negócio, seja no enfrentamento de crise ou expansão comercial. 

Por Atracto


Você também pode gostar do artigo Capital de giro: Qual a importância dessa gestão em época de crise? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
image
https://solutta.com/wp-content/themes/hazel/
https://solutta.com/
#0066a1
style1
paged
Carregando...
/var/www/solutta/
#
on
none
loading
#
Sort Gallery
on
yes
yes
off
off
off