fbpx

Empreendedorismo: você está pronto para ter o seu próprio negócio?

Que o empreendedorismo cresce ano após ano, disso já não há o que duvidar. Mas a pergunta que fica é: será que você está mesmo pronto para ter o seu próprio negócio? Acompanhe o artigo até o final antes de tomar a sua decisão.

“A pesquisa “Empreendedorismo no Brasil – Relatório executivo 2018”, com dados do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) e apoio de IBQP, Sebrae e UFPR no Brasil, mostrou que a taxa de empreendedorismo no Brasil é de 38% entre a população de 18 a 64 anos, o que equivale a aproximadamente 51,972 milhões.

O grupo está dividido nos seguintes estágios: empreendedorismo inicial (17,9%, 25,456 milhões), novos empreendedores (16,4%, 22,474 milhões), empreendedores nascentes (1,7%, 2,264 milhões) e empreendedorismo estabelecido (20,2%, 27,697 milhões).

Portanto, quase 52 milhões de pessoas estão envolvidas com algum tipo de atividade empreendedora. Ao analisar toda a população do país, que está em torno de 210 milhões, 24,76% empreendem, ou seja, quase uma a cada quatro pessoas.

Por outro lado, mais de 75% da população brasileira não está envolvida com atividades empreendedoras e, portanto, pode apresentar algum tipo de receio neste sentido – o qual, inclusive, pode aparecer até mesmo naqueles que já empreendem.” – Fonte site Meio&Mensagem.

EMPREENDEDORISMO E O MEDO

Muito provavelmente grande parte das pessoas com quem você convive já manifestaram nem que seja um tímido desejo de abrir a própria empresa. Mas devido às grandes incertezas que essa tomada de decisão proporciona, muitos nem sequer colocam a ideia no papel. 

As inseguranças surgem dos mais variados segmentos, como cenário econômico, falta de capital para investimento, a ausência de uma ideia inovadora e questões burocráticas, que no Brasil são uns dos fatores de maior impedimento para a sustentabilidade de novos negócios. 

Mas o fato é que se você realmente deseja abrir as portas de algo somente seu, todas essas “barreiras” podem, sim, ser superadas e vai depender, principalmente, do seu poder de decidir e agir. 

EMPREENDEDORISMO E SUA REAL RAZÃO 

Se conversarmos com todos os empreendedores e com aquelas pessoas em estão no processo de ser tornar um sobre suas reais razões para tomar essa decisão, com certeza ouviremos as mais variadas respostas. 

E identificar essa questão é o ponto de partida para qualquer processo. Não sabemos quais de fato são os seus fatores motivadores, mas se ele for apenas financeiro, muito provavelmente será mais difícil alcançar o sucesso que você tanto almeja. 

Claro que todas as pessoas desejam contabilizar lucros expressivos no final de cada mês, afinal, vivemos em um país capitalista e precisamos de recursos financeiros tanto para viver como para manter o próprio negócio em pé. Mas talvez seja interessante começar a pensar além dos números. 

Qual é o propósito da sua ideia de negócio? Quais dores ela atende? Como ela irá de fato ajudar as pessoas e fazer a diferença em suas vidas? 

Trabalhar apenas pelo dinheiro pode parecer tranquilo e tentador de início, principalmente se sua ideia de negócio é significativamente rentável. Mas tenha certeza que se você não tiver clareza da missão da sua empresa e projeto, com o tempo a motivação não irá se sustentar e você viverá momentos de frustração e desânimo que possam te levar, inclusive, a desistir do seu sonho. 

Para te ajudar nessa missão de desenvolver uma ideia de negócio que faça sentido para você e para as pessoas que deseja atender, o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) divulgou um estudo que traz mais de 350 tendências de novas empresas. CLIQUE AQUI para saber mais. 

EMPREENDEDORISMO: POR ONDE COMEÇAR?

Se você já acompanha o nosso blog, sabe que vira e mexe trazemos esse assunto com o objetivo de te ajudar nessa jornada linda e complexa do empreender. Vale muito a pena acompanhar os conteúdos. Então, hoje vamos apresentar duas, das que julgamos, principais dicas para iniciar o processo:

PLANEJAMENTO PRÉVIO GERAL

“O planejamento financeiro deve começar muito antes que a empresa esteja realmente formalizada. Resumindo: o empreendedor precisa fazer cálculos!

Para saber quanto custa abrir uma empresa, o ideal é fazer uma soma estimada de todos os custos envolvidos. Uma noção realista do valor que deverá ser desembolsado deve considerar desde o investimento inicial, o capital social, as despesas fiscais e o registro da marca até os salários e o pró-labore.

Um detalhe que merece atenção é a realização de um planejamento financeiro que englobe todo o próximo ano de atividade da empresa. Por isso, é recomendável que o empreendedor já pense em realizar esse processo no ano anterior ao que será planejado.

Faça estimativas de quanto gastará e quanto receberá, além dos recursos que serão investidos para a alavancagem do negócio. Planejar é fundamental, porém sempre acompanhar e registrar os dados constantemente é o que torna o planejamento financeiro realmente eficaz. Pense nisso!” – Saiba mais sobre esse assunto clicando AQUI. 

TENHA UMA ASSESSORIA CONTÁBIL DE ALTA PERFORMANCE

“Você acredita na sua ideia, já fez a lição de casa de pesquisas e principalmente do seu plano de negócios. Já tomou a decisão, bateu o martelo e chegou o grande momento de finalmente abrir a sua empresa. 

O próximo passo é sem dúvida contratar uma assessoria contábil para te ajudar com os trâmites legais do seu negócio. Afinal, você terá, a partir de agora, que cumprir algumas obrigações junto ao fisco e a Receita Federal para manter seu negócio legal, evitar prejuízos e claro, obter lucros.

O contador vai te orientar sobre inúmeras questões, a começar pelo regime tributário ideal para você, quais procedimentos e documentos para formalizar seu negócio, fornecimento de guias de recolhimentos de impostos, gestão financeira, entre outras tantas atividades presentes no dia a dia de qualquer empresa.” – Trecho do artigo Abertura de empresa: tudo o que você precisa saber antes de dar esse passo.  

O QUE DEVEMOS CONCLUIR SOBRE EMPREENDEDORISMO?

Se você tem uma ideia, se deseja ter um negócio para chamar de seu, respire fundo, se encha de coragem e aposte no seu projeto. 

Se você seguir algumas medidas cautelares simples, como as que mencionamos neste artigo e em todos os outros que publicamos sobre o assunto, as chances de sucesso são enormes. 

Não deixe que as adversidades externas tirem o brilho do seu sonho. Ele sempre será possível se você acreditar. 

Por Atracto


Você também pode gostar do artigo Montar o próprio negócio: dicas para o empresário de sucesso. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
image
https://solutta.com/wp-content/themes/hazel/
https://solutta.com/
#0066a1
style1
paged
Carregando...
/var/www/solutta/
#
on
none
loading
#
Sort Gallery
on
yes
yes
off
off
off