fbpx

Por que automatizar os processos fiscais?

jun 20, 2018

auditto@maples

Blog

0

Por que automatizar os processos fiscais?

Nos últimos anos, a automatização de processos fiscais vem aumentando e se consolidando como um facilitador importante na rotina contábil das empresas. Porém, ainda não é uma cultura estabelecidacomo um todo, havendo muitos estabelecimentos que até o momento não aderiram à essa realidade.

O cenário anterior era de muitos profissionais executando tarefas simples de forma manual, o que onerava e tomava tempo do contador — que acabava priorizando essas tarefas burocráticas para evitar que seu cliente fosse fiscalizado e multado. Com a automatização, o tempo ganho pode ser usado ajudando os empresários a melhorar a gestão e os processos, maximizando os lucros.

Para quem está no dia-a-dia da operação, a informatização ajudou muito, fazendo com que o profissional possa se dedicar mais a analisar todo o ambiente fiscal dos clientes, ou mesmo administrar mais clientes sob sua tutela, como explica Cristian Souza, coordenador de Departamento Pessoal da Solutta Consultoria: “temos um modelo fantástico para se trabalhar no setor contábil que facilita operações simples, como, por exemplo, a admissão de pessoal. Em vez de esperar que os documentos originais do contratado – como carteira de trabalho – chegassem em mãos, agora o cliente fornece todos os dados cadastrais num portal exclusivo e nós só conferimos esses dados e geramos o kit admissional completo. Traduzindo isso para uma escala maior, como grandes empresas que têm 30 ou mais admissões no mês, o tempo economizado nos permite atender outras demandas importantes para o cliente em vez de ficarmos um dia inteiro digitando um a um esses dados consolidados”.

Contudo, ainda há diversos problemas no setor, como falta de conhecimento de como executar tarefas num ambiente totalmente eletrônico, falhas no preenchimento de dados em programas, receio de aumento de custos ao se informatizar e baixa receptividade a ambientes digitais com os quais não há familiaridade. “O mercado está muito atrasado no geral. Só temos esse ambiente automatizado em empresas do porte da Solutta, que são muito poucas. Além disso, há ainda uma crônica falta de atenção com prazos solicitados por nós e, o pior, pela lei. A esperança é que com a implementação do eSocial as empresas sejam doutrinadas a cumprir esses prazos, pois agora, quem falhar nisso certamente será multado”, completa Cristian.

E é bom estar preparado. Devido ao fato de que a maioria dos SPEDs começou em 2013, era muito difícil de se realizar uma auditoria mais eficaz porque os clientes não possuíam uma organização de arquivos efetiva nem de declarações, não tinham bons sistemas de emissão de notas fiscais, nem de captura de notas de entrada, além do fato de poucos profissionais estarem preparados para as declarações que estavam previstas. Como essas inconsistências irão prescrever, o Fisco praticamente dobrou o número de notificações.

Por conta da automatização tanto na área contábil quanto na fiscal, as soluções oferecidas no mercado por empresas especializadas possibilitam consolidar um grande volume de informações e analisar dados de maneira a melhorar o planejamento e tomada de decisões de um negócio, processo que comprovadamente auxilia no enxugamento de gastos e alavancagem da produtividade.

Post by auditto@maples

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
image
https://solutta.com/wp-content/themes/hazel/
https://solutta.com/
#0066a1
style1
paged
Carregando...
/var/www/solutta/
#
on
none
loading
#
Sort Gallery
on
yes
yes
off
off
off