fbpx

Retomada das atividades comerciais: Quais medidas precisam ser adotadas?

Após meses de quarentena e pausa em muitos segmentos econômicos, agora começamos a vivenciar a retomada das atividades comerciais. Mesmo sendo um momento aguardado há tempos por muitos, não tem como negar que esse processo gera preocupação, além de exigir cuidados específicos para que tudo aconteça de forma segura. 

Sabemos que a recuperação econômica será gradual, porém contínua – e é importante que o seja. E também que seu sucesso está diretamente ligado ao controle da porcentagem de contágio do novo coronavírus – que, até o momento, não possui uma cura e vacina.

Neste ínterim, fica destacada a importância de se seguir as recomendações dos órgãos públicos, governos, prefeituras e pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Isto porque, a qualquer sinal de aumento nos números de casos confirmados pela doença, um novo fechamento dos serviços não-essenciais poderá ser decretado. 

RETOMADA DAS ATIVIDADES COMERCIAIS: ENTENDENDO O PLANO DE RETOMADA GRADUAL

Cada estado está desenvolvendo o seu próprio plano de retomada da economia. De uma forma geral, contudo, todos possuem uma base bem parecida, que é dividir conjunto de ações por fases, adotando para isso critérios como necessidade, possibilidade de funcionamento com grau reduzido de contágio, 

Como exemplo vamos dar uma olhada no que o Estado de São Paulo determinou:

RETOMADA CONSCIENTE

“Governo de São Paulo tem uma estratégia para retomar com segurança a economia do estado durante a pandemia do coronavírus”. Entenda os critérios e fases: 

A retomada consciente dos setores da economia começa a funcionar em 1º de junho. O estado está dividido em 17 Departamentos Regionais de Saúde, que estão categorizados segundo uma escala de cinco níveis de abertura econômica.

Cada região poderá reabrir determinados setores de acordo com a fase em que se encontra. As regras são: a média da taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivas para pacientes com Coronavírus, e o número de novas internações no mesmo período.

A requalificação de fase para uma mais restritiva será feita semanalmente, caso a região apresente piora nos índices. Para que haja uma promoção a uma fase com menos restrições e mais aberturas, serão necessárias duas semanas.

O Plano São Paulo dá autonomia para que prefeitos diminuam ou aumentem as restrições de acordo com os limites estabelecidos pelo Estado, desde que apresentem os pré-requisitos embasados em definições técnicas e científicas.

ENTENDA AS FASES

FASE 1 VERMELHA – Fase de contaminação, com liberação apenas para serviços essenciais;

FASE 2 LARANJA – Fase de atenção, com eventuais liberações (atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio e shopping center.);

FASE 3 AMARELA – Fase controlada, com maior liberação de atividades (também salões de beleza, bares e restaurantes);

FASE 4 VERDE – Fase decrescente, com menores restrições (prevê ainda a liberação de academias);

FASE 5 AZUL – Fase de controle da doença, liberação de todas as atividades com protocolos.” – Fonte Governo do Estado de São Paulo. 

RETOMADA DAS ATIVIDADES COMERCIAIS E A IMPORTÂNCIA DO DEPARTAMENTO PESSOAL NESSE PROCESSO

Independente da fase em que a sua cidade esteja, algumas providências precisam ser tomadas – principalmente medidas sanitárias que garantam a saúde e segurança de seus colaboradores. São essas medidas que tornarão possível controlar o contágio da Covid-19 no local de trabalho. 

Existem algumas medidas básicas que todos os negócios terão que colocar em prática independente do seu tamanho, tais como a testagem da temperatura dos empregados diariamente antes de iniciarem suas atividades no local de trabalho, o distanciamento social mínimo de 1 metro entre os postos de trabalho, a utilização de máscaras e outros EPI (equipamentos de proteções individuais), a disponibilização de álcool em gel, o reforço na limpeza e higienização dos espaços, entre outras. Importante ressaltar ainda que a empresa precisa estar atenta ao limite de pessoas por metro quadrado.

O PAPEL DO DEPARTAMENTO PESSOAL

O departamento pessoal da sua empresa terá um papel fundamental no processo de retomada das atividades comerciais. Já que ele possui as informações necessárias sobre número de funcionários, tamanho de equipes e tipos de atividades que cada um desempenha para construir um plano de ação.

Os profissionais que fazem parte do departamento pessoal terão uma visão 360º do time da empresa e assim, ajudarão os outros setores em cada decisão e etapa desse processo, garantindo assim a segurança, não só dos colaboradores, mas também dos clientes. 

Isso porque não serão necessárias só medidas sanitárias e de higiene: a empresa também precisará levar em conta outros fatores diretamente ligados ao departamento de recursos humanos. São esses:

Identificação do grupo de risco dentro do quadro de funcionários;

Possibilidade de manter algumas atividades no perfil home office;

Suporte para o retorno dos funcionários que são pais e mães, uma vez que as escolas e creches de seus filhos provavelmente estarão dentre os últimos segmentos a voltarem a funcionar;

Elaboração e regulamentação de protocolos de prevenção e aviso de contágios;

Treinamentos de conduta para essa nova rotina;

Suporte psicológico, já que muitas pessoas estão sofrendo com toda a carga emocional que a pandemia trouxe para a vida de cada um. 

EXISTE A POSSIBILIDADE DE TERCEIRIZAR O DEPARTAMENTO PESSOAL DA SUA EMPRESA PARA ESSE E OUTROS MOMENTOS

Sabemos que o desafio é grande, e que esse conjunto de medidas pode ter o potencial de causar rupturas importantes no cotidiano do seu negócio. A boa notícia é que existe a possibilidade de terceirização do departamento pessoal da sua empresa – tanto para o processo de retomada das atividades comerciais, quanto para acompanhar a sua empresa em toda sua jornada. 

“A terceirização é uma estratégia usada por diferentes empresas a fim de otimizar suas atividades e economizar dinheiro. Entre tantas vantagens existe a questão da capacitação e atualização.

Os profissionais responsáveis pelo departamento pessoal precisam estar em atualização constante, e por dentro da legislação mais recente. Uma empresa terceirizada de ponta se caracteriza por contar exatamente com profissionais assim capacitados, atualizados sobre as novas normas, e preparados para lidar com os novos desafios à gestão de capital humano que nos são impostos pela pandemia. Esse tipo de empresa tem nos investimentos constantes em capacitação de seus funcionários a chave para que estes possam desenvolver um trabalho que satisfaça aos clientes e que contribua para a boa reputação da empresa terceirizada.” – Conheça outras vantagens de terceirizar o departamento pessoal da sua empresa clicando AQUI. 

 CONCLUSÃO 

Estamos todos vivendo um momento muito delicado, porém de grande importância para a recuperação econômica de nosso país. Quanto mais nos dedicarmos ao  cumprimento das regras e determinações oficiais de segurança e saúde neste momento, melhores serão os resultados. A gestão de departamento pessoal ocupa papel de destaque nesse processo.

Por Atracto


Você também pode gostar do artigo Como tirar a empresa do vermelho: 5 dicas infalíveis! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
image
https://solutta.com/wp-content/themes/hazel/
https://solutta.com/
#0066a1
style1
paged
Carregando...
/var/www/solutta/
#
on
none
loading
#
Sort Gallery
on
yes
yes
off
off
off