Site icon Solutta

Cinco novas tecnologias para supermercados

Cinco novas tecnologias para supermercados

Quando falamos de tecnologia para o varejo, estamos tratando de um tema muito mais amplo do que se imagina. 

Se por um lado existem ferramentas que substituem mão de obra e agilizam processos que refletem diretamente na experiência do consumidor, por outro temos softwares que atuam “nos bastidores” das empresas e otimizam a gestão e contabilidade para supermercados, por exemplo. 

Vamos tratar neste artigo exatamente desses recursos que atuam na administração e gestão de processos internos como controle de estoque, de inventário, de conciliação e de frente de loja e que possuem uma influência direta sobre os resultados de qualquer varejo, seja ele de pequeno, médio ou grande porte. 

E é importante entender também, que todos esses processos funcionam como um funil, que desembocam no setor crucial de qualquer empresa, a contabilidade. A forma como o planejamento e desenvolvimento de cada etapa é executada trará um impacto negativo ou positivo para o caixa da empresa. 

Por isso, é preciso ficar bem atento nos tópicos que apresentaremos a seguir, para entender os efeitos no dia a dia.

CONHECENDO ALGUMAS TECNOLOGIAS PARA SUPERMERCADOS

  1. Checkout automático

Conhecido também como autoatendimento é uma tecnologia que vem ganhando cada vez mais espaço em supermercados de todo o país. É um recurso usado para otimizar o tempo do consumidor e diminuir atritos com operadores de caixa. 

O cliente faz sua compra e ele mesmo efetua o processo de cobrança através de totens que reconhecem os produtos pelo código de barras e informa o valor total da compra. O pagamento, na grande maioria dos casos, é feito com a utilização de cartões de crédito, débito, vale-alimentação, entre outros. 

É uma tendência que chega com força, mesmo para os pequenos varejistas e que, se bem implementada, pode trazer muitos benefícios, tanto para a loja, quanto para seus clientes. 

  1. Novos meios de pagamento

Meios de pagamento, nada mais significam que a forma utilizada para pagar as compras, no caso aqui, feitas no supermercado. 

Em um passado, não muito distante, havia pouquíssimas opções de meios de pagamento, como por exemplo dinheiro e cheque. Que hoje, estão praticamente em desuso. Logo os cartões surgiram e tornaram-se protagonistas do consumo. 

Mas hoje, já podemos contar com outras tecnologias que vieram não só para facilitar o processo de compra e venda, mas também como uma forma de ampliar horizontes e ampliar o poder de compra do consumidor. 

Algumas outras formas de pagamentos muito utilizadas hoje são: cartões de crédito e débito, transferências bancárias e, mais atualmente, plataformas de pagamento online, exemplo de uma bem conhecida, PayPal. 

Agora, falando de novas tecnologias, três termos precisam ser falados, são eles: adquirentes, subadquirentes e gateways de pagamento.

Adquirente: repasse da empresa ao vendedor do valor vendido por meio de cartões de crédito e débito. Exemplos de adquirente no Brasil, Rede, Cielo e Stone.

Subadquirente é a empresa que faz a intermediação dos pagamentos entre clientes, lojistas e adquirentes. Exemplos de empresas que estão nesse grupo PagSeguro, Moip e PayPal.

Gateway de pagamento responsáveis por processar o pagamento, efetivando a compra e integram os meios de pagamentos transmitindo informações via API. Exemplos conhecidos Pagar.me, Braspag e MundiPagg.

  1. Controle digital de estoque

O controle de estoque é uma etapa de total importância dentro do fluxo de supermercado e ganhou novos braços com a inserção de ferramentas tecnológicas. Os processos ganharam mais agilidade e precisão, minimizando as possibilidades de erros e prejuízos financeiros. 

Algumas vantagens proporcionadas pela automação do controle de estoque: 

  1. Lojas automatizadas

Quando falamos de lojas automatizadas, estamos tratando de empresas que investem em diversas tecnologias, trabalhando simultaneamente e integradas com o objetivo de tornar a experiência do consumidor positiva, transformando a jornada de compra em um processo rápido e eficiente. 

Um bom exemplo desse perfil de negócio é a loja física da empresa Amazon. Veja: 

“Não há carrinhos ou cestas para compras na Amazon Go. No lugar disso, os consumidores colocam os produtos diretamente na sacola de compras com a qual deixarão a loja. 

A cada vez que o consumidor apanha um item em uma prateleira, a Amazon informa automaticamente que o produto será incluído no carrinho de compras da conta online do comprador. Se o consumidor devolver o produto para a prateleira, a Amazon retirará do carrinho de compras virtual.  

O único sinal da tecnologia que torna tudo isso possível flutua por sobre a prateleira da loja – conjuntos de pequenas câmeras, centenas delas, espalhadas pelas áreas.” – Fonte portal Folha de S.P

  1. big data

Quando o assunto é big data em supermercados, existem alguns pontos que podem ser levados em consideração. Entre eles estão a inserção e o uso de tecnologia no ponto de venda da loja física, a utilização de ferramentas capazes de armazenar uma grande quantidade de dados e também o desenvolvimento de uma prática correta do uso das informações da empresa. 

CONTABILIDADE PARA SUPERMERCADOS E A RELAÇÃO COM A TECNOLOGIA

Uma coisa é certa, todas as ferramentas utilizadas por um supermercado, tem como objetivo central facilitar os processos do dia a dia e otimizar os resultados que podem ser alcançados. 

E todo esse emaranhado de investimento tecnológico, reverbera também e principalmente na contabilidade que também possui seus próprios softwares que se integram com as demais ferramentas tornando todo o processo muito mais prático e assertivo. 

Quando você opta em investir em uma assessoria contábil tecnológica e digital, você está automaticamente agregando valor ao seu negócio e trazendo para sua vida muitos benefícios como:

CONTABILIDADE PARA SUPERMERCADOS: COMO A SOLUTTA ATUA EM SUA EMPRESA? 

A Solutta é uma assessoria contábil de alta performance que investe incansavelmente em tecnologias que possam agregar valor aos serviços desenvolvidos dentro das corporações. Tudo com o objetivo de fornecer excelência e segurança em todos os processos fiscais e contábeis que executa. 

O não cumprimento dessas atribuições podem gerar muita dor de cabeça, muitas e autuações feitas pelos órgãos fiscalizadores correspondentes. Entenda mais como a sua empresa pode se beneficiar com a contabilidade digital CLICANDO AQUI. 

Por isso, não perca tempo e informe-se hoje mesmo sobre como agregar mais esse benefício tecnológico ao seu supermercado, proporcionando ainda mais vantagens tanto para sua empresa, como para seus consumidores. 

Por Atracto


Você também pode gostar do artigo Capital de giro: dicas estratégicas para aumentar o seu!

Sair da versão mobile